Mais uma dose é claro que eu tô afim

 

Se adiantasse algo proibir, eu estaria agora fazendo passeatas pela proibição do álcool, mas a história nos mostrou que mesmo em países onde a lei é aplicada como os EUA a proibição do álcool só serviu para criar uma lucrativa máfia, então corações e mentes.

Não vou ficar me repetindo mostrando o caráter destrutivo das bebidas, dos acidentes, das mortes porque com a morte das meninas que dirigiam embriagadas o assunto ainda está vivo. E não é por isso que estou escrevendo este post, não é por conta do desperdício de vidas humanas e sim do uso e das conseqüências dele na vida das pessoas.

Eu sou filho de um alcoólatra, hoje o termo apropriado seria alcoólico, mas eu não dou a mínima, é alcoólatra e pronto, e infelizmente um alcoólatra é sempre um alcoolatra, isso não ser cura, se controla, se mantém sóbrio todos os dias. No meu caso isso ainda não ocorreu, após 30 anos de bebedeiras todos os dias meu pai continua sem se manter sóbrio de forma constante. Ele fica um mês sem beber daí bebe todas pro 2 meses e assim leva a vida, que diferente de outras famílias teve uma heroína, minha mãe apesar das constantes traições, dos mal tratos, da violência física e principalmente moral, da impossibilidade de traçar planos, das humilhações, ela continua firme, sem reclamar, mas sem se resignar, lutando, se esforçando, brigando pela vida e pela alma daquele cara….lucky bastard!

Ela também nos ensinou que ser homem é algo complicado e difícil, e que por isso não deveríamos odiar nosso progenitor, nem deveríamos confronta-lo pois a primeira promessa da bíblia é feita sobre honrar pai e mãe, independente do pai e da mãe. É por isso que mesmo após uma infância de sofrimentos e uma adolescência de brigas tentando defender minha mãe, me casei e cheguei a um relacionamento de respeito mútuo com um distanciamento um pouco maior com meu pai.

Eu não estou escrevendo isso pro desabafo, graças a Deus minha situação se não está resolvida pelo menos está totalmente esclarecida, estou escrevendo para você que está na casa dos 20 ou no começo dos 30 e que ainda pode parar sua descida antes de chegar ao fundo do poço, estou me sujeitando a exposiçõa para tentar te ajudar um pouco.

Meu pai tomou o primeiro porre aos 30 anos, então não pense que você está livre de ser um alcoólatra só porque tem 25 e conseguiu beber socialmente até hoje, o alcoolismo é uma junção de fatores, que rebatem principalmente no emocional. No caso do meu pai duas coisas foram grandes agentes uma coisa que era para ser boa e outra que não teria que ser tão ruim, a primeira foi o sucesso e o dinheiro que ele ganhou, mas não soube como conviver com o assédio, muita gente para encher seu copo, muita diversão, muitas mulheres, isso foi o começo, más amizades, o alcoólatra tem uma psique fraca e via de regra começa por influência, ou por dor, que foi o segundo problema do meu pai e o que abriu de fato as comportas, a dor! Ele nunca superou de fato a morte da mãe, que morreu de forma violenta diante de todos nós, e era uma pessoa que dava limites a ele, mas também sua referência, perdeu ambos sem saber como lidar com perdas. E com isso já são muitos e muitos anos de sofrimentos, perdas e muita muita dor, para ele sim, não há dúvidas que a vida de uma alcoólatra é repleta de sofrimento e dor, mas a família não fica meses fora dor ar, completamente bêbada, com seu estado de percepção completamente alterado, e por isso se não sofre mais em intensidade sofre em temo integral, sem descansos e sem tréguas.

Eu tenho 27 anos hoje, e nunca bebi na vida, meu único irmão bebeu muito, usou drogas por conta do desespero familiar, mas conseguiu se reerguer graças a boa esposa que encontrou e hoje não bebe, não fuma, nem usa nada que lhe altere a percepção, é um cara digno, honesto e um homem que eu aprendi a respeitar pela reviravolta que deu em sua vida.

Você não precisa disso para ser feliz, disso eu lhe asseguro, você pode continuar com os amigos, as festas, tudo e você será aceito. Muitos vão tirar você pra Cristo, vão querer de chamar de fraquinho e coisas do tipo para te testar, mas a partir do momento que sua confiança é atestada esses são os que mais te respeitam, e digo isso de cadeira.

Há algum tempo eu parei de freqüentar festas, boates e afins, porque essa nunca foi muito a minha, mas mesmo que seja a sua, sua vida não precisa ser regada a álcool. Você pode curtir tudo o que gosta sem beber, e aproveitar muito mais, além de poder salvar muitas vidas levando seus amigos alcolisados para casa.

Tópicos assim são chatos, e muito pouco interessantes, mas se eu puder salvar uma pessoa que seja dessa vida, vai ter valido a pena não só todo o esforço e esposição, mas até a criação do blog. Porque se uma iniciativa tivesse salvado meu Pai disso eu teria tido uma vida muito diferente.

Também não vou usar tags para encurtar o tópico só para os interessados, vou deixar ocupar toda a página inicial do blog, espero que muitos vejam e que alguém que precise leia, se você se encaixa neste perfil ou é um familiar e precisa de conselhos ou só de um desabafo me mande um e-mail.

2 Respostas

  1. Realmente, este é um assunto muito delicado. Tenho um tio que é alcoólatra ou alcoólico, que seja, e sei como é dfícil a vida dele e de seus filhos, que, mesmo pequenos, já não vivem mais com ele…
    Esrevo aqui, principalmente, para demonstrar a admiração que senti em sua atitude de postar um loongo texto sobre esse assunto, e, espero, do fundo do coração, que pessoas que precisem leiam este post e pensem bem em que rumo tomam na vida.
    Sem querer rasgar seda, parabéns pela iniciativa e continue com posts inteligente como este!!
    Abraços, Juliana

  2. Assim eu espero Juliana, assim espero! Muito obbrigado pelo apoio, com certeza faz a diferença.
    E.C.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: