Double agent impressões e macetes

Olá amigos, após zerar o fodástico Bully voltei minhas atenções para Splinter Cell double agent. De cara não tinha dado tanta atenção, esses jogos stelth (a exceção de Hitman) via de regra me preenchem o saco, mas logo que terminei a lição tutorial vi que Double agent é outra exceção! Com belos cinemáticos entre as fases e um enredo digno de Tom Clancy´s Double agent nos mostra um Fisher que perdeu a filha e tá putasso da vida, agora infiltrado numa agência terrorista deve decidir a cada passo se ainda é mocinho ou já bandeou-se pro outro lado.

Os gráficos não são dos piores, a física como de costume é boa, porém as texturas estão péssimas, muito abaixo do nível esperado. Todas as roupas pretas do Sam ficam horríveis em mudanças de luz, aliás as mudanças de luz são muito ruins, se não fosse o mostrador de visibilidade seria quase impossível saber se você está ou não no escuro.

De resto foi aumentada a tolerância no quesito matar, coisa que sempre me deixou puto nos outros, agora é mais uma questão de querer ser invisível ou não, mas como já dito tudo trará conseqüências.

Algumas dicas:
Lockpicking: Quando for abrir as fechaduras comece a girar lentamente o wiimote da esquerda para a direita, quando você sentir uma vibração pare, na tela ele vai fazer um click e passar para o próximo “pistão” o macete é sentir a vibe.

Cameras: Sua pistola tem um dispositivo que desabilita cameras e sensores de movimento, porém uma vez usado ele demora um pouco para voltar, porém o tempo que ele demora para voltar é bem menor que o tempo que o equipamento demora para voltar a funcionar, então você pode desativar até 3 equipamentos antes do primeiro voltar (se você for rápido é claro). Outra dica é usar a terceira visão dos óculos tanto para identificar cameras quanto para mirar nelas de longe, uma vez que elas ficam destacadas.

Portas: Use sempre a fibra óptica para saber o que tem atrás das portas, menos aquelas com vidro é claro, e lembre-se se você os vê de um lado da porta eles o veem do outro. Uma coisa legal é quando um inimigo está do outro lado da porta você mandar o Fisher bater a porta, isso nocautea o inimigo, porém só deve ser usado em situações de confronto. Nas outras ocasiões use o “open stealth” que abre sem fazer barulho.

Caminhos: Quase sempre a mais de um caminho para se fazer a mesma coisa, e sempre ha um mais silencioso e escondido, então olhe bem a sua volta antes de tomar decisões, explore o cenário e gaste tempo, se você gosta de jogos que não requerem pensamento jogue The club, Splinter Cell exige tempo, paciência e massa cinzenta para ser bem jogado.

Bom minhas dicas são essas, quem estiver com uma dúvida pode dar uma olhada aqui. esse é um detonado para PS2 e deve ser praticamente igual ao do Wii

EC

Anúncios

4 Respostas

  1. caraio!!eu tbm dpois d zerar bully peguei esse splinter cell!!q coincidencia!

  2. Eu queria ter aprender a jogar Splinter Cell , para ter uma noção de como é o jogo . Parece ser mais difícil que o Hitman . Hitman parece ser leve , em comparação com Splinter Cell . A única coisa que um jogador pensa é se o jogo realmente possui inimigos mais difíceis , disfarces melhores , um cenário bem iluminado e etc. Eu não acredito que esse Thiago jogou o Bully .

  3. Cara, eu já zerei o splinter cell é muito legal as fazes, poxa recomendo mesmo.
    A melhor parte é a do hotel que tem que ir só na faca muito legal.

  4. eu queria saber como faz pra abrir portas usando o lock pik na versão pra ps2. já tentei um montão de vezes e nada… alguém aí pode me ajudar? valeu!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: